Cartões de Visita NÓDULO [Parte 1] – Reutilização de Tetra Pak

Pesquisando sustentabilidade e desenvolvendo produtos para o Design de Resíduos não pude deixar de borbulhar a mente com o que eu poderia relacionar disso com o Oitenta&Quatro. Decidi que precisava de cartões de visita diferentes, que expressassem os projetos autorais que gosto de desenvolver alinhados à minha marca.

Primeira geração de cartões Sustentáveis

Após algumas experiências, o cartão foi formado por camadas. A base do verso foi feita com embalagens tetrapack, a frente com subprodutos de projetos e os tags com folhas de impressão descartadas. Numa produção de 100 cartões se salva do meio ambiente: 12 tetrapacks (não são recicláveis) e 10 folhas A4. Além disso, não se gasta com impressão de novos materiais, que também contribuem no acúmulo de resíduos. Ora, todos damos cartões para potenciais clientes mas também sabemos que nem todos os guardam.

Impressão econômica à laser 1 cor, sobre A4 Descartado

O diferencial desses cartões é que são únicos, já que o material utilizado na produção é sempre irregular e contém imagens diferentes. Poderia-se usar outros tipos de embalagem, como as feitas de papel cartão ou quem sabe até peças de plástico planas. A cola utilizada é a Cascorez Extra que tem alto nível de aderência para vários tipos de material e é atóxica.

Tetrapack sendo preparada para cola e corte da base do Cartão

É importante lembrar da abertura correta das embalagens, pois quando se quer aproveitar a área máxima de sua planificação deve-se cortar pelas arestas, assim não se perde pedaços dos planos que formam as laterais. Sobre a gramatura, se fazendo um “sanduíche” com os diferentes tipos de material além de se dar uma resistência boa o cartão, este fica com um toque interessante, essa presença que os cartões de visita costumam ter que gerar.

Postado em: 11 de fevereiro de 2011
Voltar ao topo