Design De Superfície Sustentável [Parte 4] – Análise Combinatória Visual

Depois da publicação no Simpósio Brasileiro de Design Sustentável de 2011, o Núcleo de Design de Superfície da UFRGS fez um convite para o desenvolvimento de um protótipo melhor desse projeto. Utilizando o software Design and Repeat da NedGraphics e teoria de análise combinatória visual, foi possível criar rapports múltiplos que funcionam entre si, gerando um design de superfície sem encaixe de padronagem no campo macroestético. Isso se dá pela disposição aleatória das placas, que tende a gerar combinações infinitas de acordo com o aumento do número de multimódulos e da dimensão da matriz utilizada (ex: 10×10, 20×20, 40×40…). Como o sistema visual é intrincado, com os 5 rapports criados já é possível atingir um bom fator de organicidade visual. As aplicações para esse sistema são possíveis tanto para estamparia corrida, variando a posição da impressão das telas sobre o tecido, como em azulejaria ou papel de parede, cujos multimódulos são dispostos um a um.

Rapports "A" e "B"

Rapports „A“ e „B“

Rapports "C" e "D"

Rapports „C“ e „D“

Rapport "E" e teste de impressão sobre resíduo

Rapport „E“ e teste de impressão sobre resíduo

Análise combinatória visual resultando em organicidade no design de superfície

Análise combinatória visual resultando em maior organicidade no design de superfície, mesmo partindo de um módulo geométrico

Simulação de aplicação em substrato têxtil

Simulação de aplicação em substrato têxtil

Para que haja complexidade visual, é necessário o uso de um esquema matemático ou mesmo um algoritmo para distribuir os componentes no espaço mantendo a maior variabilidade de combinação entre eles. O ideal é que os componentes „A“ e „B“ juntos apareçam apenas uma vez como „AB“ ou „BA“ nos eixos x e y da matriz, sendo necessário intercalá-los com outros „C, D, E…“, seguindo as mesmas regras para todos. Caso os pontos de entrada e saída do rapport sejam simetricamente dispostos, as operações de rotação e reflexão também podem auxiliar.

Mapeamento para análise combinatória visual

Mapeamento para análise combinatória visual

Postado em: 22 de Oktober de 2013
Voltar ao topo